Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.
cortneyd3879

A Data Em Que A Legalização Do Aborto Será Votada No Senado Argentino


O detalhe é Processada E Customizada o assunto Mídias sociais Como Estratégia De Marketing Digital


Ela dialogou com a Folha no Rio, onde participa, nesse domingo (12), do Festival 3i - Jornalismo Incrível, Inspirador e Independente, gerado por oito empresas de jornalismo on-line e pelo Google News Lab. Na sua mesa ("Polarização e Eleições"), a americana vai debater a gravidade de fazer excelente jornalismo e checagem de dados em uma data de divisão política radical e de ânimos exaltados.


Folha - O Brasil precisa ter uma campanha eleitoral tumultuada em comprar seguidores no instagram https://www.gofollowers.com.br/comprar/seguidores-no-instagram/ . O que a última eleição americana poderá nos aconselhar? Angie Holan - Pra jornalistas, diria que necessitam cuidar as "fake news" com seriedade. Deveríamos ter feito mais checagem de detalhes em cima destas notícias falsas no decorrer da eleição, entretanto não achamos que fossem ser um fator tão considerável quanto foram.



  • Monitore sempre

  • 2018 terá mais feriados; prepare o bolso para usufruir

  • A realidade virtual será cada vez mais usada nas experiências de marketing

  • Marketing de tema

  • Ação investigativa

  • quarenta e cinco Otavio Ugá

  • Não compre seguidores no Instagram



Nos Estados unidos, os candidatos não queriam debater os grandes tópicos, porém se atacar: Hillary atacava a falta de preparo de Trump pro cargo, e Trump atacava Hillary e todos os excessivo por não fazerem um prazeroso trabalho. Contudo não eram acusações embasadas. O público também tem a responsabilidade de estar bem informado.


E os políticos têm as obrigações de a todo o momento: divulgar tuas posições, participar de debates. Há uma ideia de que, se os jornalistas fizessem teu trabalho melhor, as campanhas seriam melhores, todavia não entendo se é verdade. Às vezes, os políticos só querem apelar às emoções das pessoas, e não temos poder de ditar o tipo de campanha que eles devem fazer. Como os leitores podem se blindar das notícias falsas? Eles devem estar a toda a hora desconfiados quando usam mídias sociais, essencialmente o Facebook. Se virem uma manchete fascinante, do tipo "meu Deus, não acredito nisso", precisam analisar, mesmo que tenha vindo de amigos ou da família.


Se virem algo muito emocional ou virulento, ou que diz as piores coisas a respeito de um dos candidatos, têm a responsabilidade de checar, de destinar-se mais fundo. Nas mídias sociais, os títulos são os mais enganadores. Pois sugiro ao público que seja muito cauteloso com os títulos e textos curtos que vê nas mídias sociais.


Fonte: http://heitorotto47.soup.io/post/667778657/Vai-Solicitar-Um-Cr-dito

Leia mais reportagens aprofundadas. O respectivo termo " http://www.thetimes.co.uk/tto/public/sitesearch.do?querystring=social+media " vem sendo usado de modo deturpada, não? Sim. Nós, checadores de detalhes, definimos "fake news" como notícias inventadas que se passam por textos jornalísticos. Trump define como notícias de que ele não gosta. Ele frequentemente trata notícias de corporações jornalísticas de tradição, com procedimentos e práticas de reportagem, como "fake news".


Como jornalistas, necessitamos reagir a isso, contar que aquilo não é notícia falsa, mas reportagem de verdade, embora uma pessoa não goste. clique para fonte disto , devemos corrigi-los repetidamente. Por exemplo, Trump vive repetindo que os Estados unidos são a nação com os impostos mais altos do universo, e não somos.


Tags: veja isso
(PRO)
No Soup for you

Don't be the product, buy the product!

close
YES, I want to SOUP ●UP for ...